Home

DESCARTE ADEQUADO DO LIXO

    12 Setembro 2018

Você sabe por que alguns resíduos não devem ser descartados no lixo comum?

Para garantirmos um ambiente saudável, devemos destinar de maneira adequada quaisquer resíduos que produzimos através do descarte seletivo.

A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) classifica seus diversos tipos de acordo com sua origem e periculosidade. De origem, podem ser domiciliares, industriais, de limpeza urbana, estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços, serviços públicos de saneamento básico, serviços de saúde, construção civil, atividades agropecuárias e silviculturais e seus insumos, serviços de transporte e mineração.

Já em relação à periculosidade, são classificados entre perigosos (aqueles com característica inflamável, corrosiva, reativa, tóxica, patogênica, carcinógena, teratógena e mutagênica) e não perigosos, aqueles que não apresentam as características mencionadas antes.

De maneira geral, todos os geradores de resíduos sólidos, excetuando-se os de origem domiciliar, estão sujeitos à elaboração de um plano de gerenciamento de resíduos, onde é descrita a destinação adequada a ser dada aos mesmos.

Quando falamos dos resíduos dominiliares, o descarte seletivo é a forma recomendada para evitar que tudo o que descartamos acabe nos aterros sanitários ou lixões a céu aberto existentes no País.

Separar o lixo orgânico (cascas de frutas e legumes, restos de comida, etc) do não orgânico (plástico, papel, embalagem longa vida, vidro, metal, etc) é fundamental para que a matéria-prima existente no lixo nãoorgânico possa ser reciclada, reduzindo os índices de destinação inadequada atuais.

Os eletroeletrônicos e eletrodomésticos, como computadores, celulares, microondas, TVs de plasma, etc, possuem componentes com elementos químicos (como chumbo, mercúrio, cádmio, arsênico e berílio), que oferecem risco para a saúde das pessoas. Lâmpadas queimadas, espelhos quebrados, pilhas, baterias usadas e remédios vencidos são outros exemplos de descarte inadequado no lixo comum, pois além de contaminar o ambiente, oferecem riscos de acidentes aos catadores que vasculham o lixo em busca de descartes recicláveis.

Várias farmácias e drogarias, postos de saúde e supermercados recebem e realizam o descarte adequado de medicamentos vencidos, e vários depósitos de materiais de construção recebem e descartam pilhas e baterias. Além disso, os ecopontos são contentores de grande dimensão, que servem para fazer a coleta seletiva de lixo de várias naturezas.

Informe-se sobre esses locais e pratique o descarte adequado dos seus resíduos sólidos, contribuindo para a melhoria das condições do meio ambiente.

Notícias Relacionadas